Quem esclarece?

by 10/06/2011 0 comentários
Quem categoricamente esclarece as negras margens da Poesia?

Dizem as venenosas ou talvez as melhores
línguas que o sobrenome á tudo dá luz.

Aquele pobre pensante
na penumbra permanecerá
até o dia em que ao sol ignorar.

Mas quem consegue tal proeza?

Nem mesmo a lua do seu lado desaparece.

Resta então a mais simples ação: Escuridão.





SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.