A intercadência da tarde

by 8/20/2012 0 comentários

O tempo opulento
nada mais
sobrevivemos
Na quase eterna
tarde seca
entre
o esperançoso pôr do sol
e o angustiante anoitecer.

Tolerar
o entremeio
não cabe a todos.

Àqueles
que se deixam
levar pela melancolia;
Já outros
navegam de um ponto ao outro.


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.