Pocket conto: O grito

by 2/18/2013 0 comentários
No centro de qualquer grande cidade ele subiu no pequeno banco no meio da praça e gritou sem vontade:

- VIDA, O QUE É A VIDA?

Ninguém pelo assunto se interessou. Cada um por ele passou. Ele então com propriedade falou:

- Vejo em cada olhar o buraco sem fundo que persegue a alma destruindo a ânsia do saber.

Agora já conformado com o vazio, ele desceu sem pressa do banco e pela multidão separou seu caminho.


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.