O Boy Magia

by 1/31/2014 0 comentários
Exausta de tanto render-se ao amor bandido, jurou que daquele dia em diante jamais arrumaria o penteado. Agora sua boniteza não é sinal de safadeza.

Anos se passaram e sua companhia permanecia a deriva, até que um dia, logo ali na esquina topou com um boy magia. 

Receosa, paralisou na porta da padaria.

Angustiada, não sabia o que fazer: Deixá-lo para lá ou deixá-lo para cá.

Ela ainda duvidava quando no seu ouvido direito ouviu:

- Seduz que é luz!

SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.