Pocket Conto: A Menina

by 3/29/2014 0 comentários
No seu décimo sétimo aniversário
a menina,
que do seu bairro não conhecia nem a esquina,
sentou na janela e não desejou identificar o mundo e sim:

- Do verbo amar, amei nunca quero experimentar!

SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.