O Diálogo

by 4/09/2014 0 comentários
- Quando você olha os contornos de meu rosto, o que consegue ver?

O espelho nem sempre me conta a verdade.

- Você alcança a retidão de meu corpo?

Pobre de minha alma procura com tanto furor o encontro com sua semelhante que por vezes cala-se diante do amor.

- Quem detém o direito de obrigar o outro inteiro quando si mesmo apresenta-se em pedaços?

Que pelo menos meu toque desperte querer.


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.