A Vida e o Mar

by 3/09/2015 0 comentários
Depois de alguns bons dias meditando sobre o rochedo perto do mar o Guru concluiu:

- A vida e o mar, tudo tem em comum. Por vezes precisamos nadar, por vezes boiar, e as vezes mergulhar.  Quando nadamos a urgência está em saber para onde e em que momento devemos parar e que momento devemos continuar. Quando boiamos a sapiência está na paciência e na atenção caso nos deixarmos levar, nada mais podemos controlar, já se controlamos chegaremos ao um só lugar. Quando mergulhamos precisamos estar atentos caso a próxima onda se aproxime. Apesar de todas essas ações serem vitais, o mais importante é ter conhecimento de até onde alcançam nossos pés em um chão que parece estável, contudo é enganosamente movente.

SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.