O Dia Infinito

by 3/31/2015 0 comentários
Na cama dura, forrada por lençóis ásperos como lixa d'agua, vestida com camisola de babado rasgado, ela rolava de um lado para outro na infantil esperança de abandonar o decorrer do dia, naquela noite em que a renda se fez bordado, nada era mais assustador do que não dormir, a insônia perpetuava o eterno.

SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.