O Valente Quem

by 5/11/2015 0 comentários
-Finalmente amanheceu, foram suas primeiras palavras depois daquela noite tão escura. Não foi fácil separar a mistura sanguínea da conjectura de sua alma, seu único recurso foi permanecer debruçada sobre a montanha de pensamentos inquisitórios. - Quem de nós é valente o suficiente para superar o sangue e verdadeiramente reconhecer a essência da sua genealogia? Naquela manhã ela se deu por satisfeita, pelo menos seus olhos almejavam o encontrar.



SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.