Sofrência

by 11/04/2015 0 comentários
O peito explodia feito biribinhas em noite de São João, ela ainda segurava as chaves na mão. - Como ele foi capaz de deixar tudo para trás? A pergunta assombrava a lucidez, qualquer desfecho estava fora de cogitação, se ao menos ela percebesse o tremido que há tempos exalava do telefone celular, seu coração recuperaria a cintilação.


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.