Quão glória é ao Pai quando o Filho, Espírito diluído, além de não alcançar êxito algum é capaz de ferir qualquer um?


Suspirando ela declamou: - A vida sem fim, a Lua me disse, é infeliz.


Deixe o mundo pensar que você é sempre você.

Esqueça do tenho que, acredite no tinha que ser.

Quando se sentir só, pense no universo.

Não ame só que ama você, sorria ao dizer bom dia.

Trate os animais como membros da sua família.

Beba água com gás, coma macarrão, não use drogas.

Use roupas claras, sapatos baixos, fuja do jeans.

Pensamentos ruins acontecem, aja com naturalidade.

Não finja, preserve o verde, compre verduras.

Viva o hoje, esqueça do amanhã, lembre do passado.

Não repita o mesmo caminho mais de duas vezes.

Pule na piscina a noite, saia para tomar um café.

Use sempre guardanapo, prato de sobremesa, colher de sopa.

Mantenha 90% do tempo a boca fechada, olhe com os olhos.

Não dirija, ande de bicicleta, caminhe no parque.

Estude os símbolos, os provérbios, astrologia, economia.

Fuja da rotina, lute por sua alma gêmea, encontre liberdade.

E não esqueça o outro faz parte de você.



A Fé institui a absoluta ausência de dúvida.

Sejamos humanos,

quem são aqueles que convictos,

deixam de questionar?





Naquele noite úmida, saturada de pensamentos áridos, ele lançando-se distante do enfadonho, pintou três quadros.

O primeiro harmonizou-se sozinho sem custo de tempo.

O segundo prolongou-se por horas e sua afinação quase falhou.

O terceiro destoou-se previamente e coisa alguma o fez florescer.

Em seu último devaneio, antes de aconchegar-se em Morfeu, questionou:

-A primeira força é nutrida, todo o resto hospeda o vazio. Encontrar-se sempre fortalecido é mito?

Em um reino não tão apartado do seu,

a folha, percebendo que dia sim,

dia não sua ligação com a árvore

caminhavam para a separação,

pediu para o vento surrupiá-la enquanto ainda era verde.

O vento por sua vez,

conhecedor da natureza,

logo negou tal encomenda,

o que seria do seu destino se todas as folhas soubessem que poderiam voar em vez de secar?


Não é de agora que homem algum encontra o agora.


Naquela xícara lascada de café, o líquido preto resumia o ardente desejo da alma em não ser nada além de uma vasta escuridão.
Todo homem é capaz de mudanças, contudo somente a mulher é capaz de sustentá-la.

Feliz dia Internacional da Mulher.


- Chegou a hora, devo partir.
- Antes do adeus, leve todo meu amor, sou convicto de que na volta te darei um bis quero ver, mais uma vez você sorrir.


Quantos mal-amanhados essa ordinária vida é capaz de escorar?

Nada combina com o reluzir daquele que todas as manhãs escancara a claridade.

Vontade imensa de ser seu escudeiro...Vou botar fogo na alma, vou virar cinzas, vou apagar a linha do tempo, vou estremecer o maior dos regentes... Vou...

Vou de uma forma ou de outra,  a convicção desse hiato plugado na desventura, tem que ser abortado.

Afinal quantos mal-amanhados essa ordinária vida é capaz de escorar?

Nenhum, inúmeros?  Tudo depende: que tamanho conta seu coração?


O laço desmantelado embrulhava o mais encantador dos presentes.

Não seria qualquer novidade, o frágil e esperançoso amanhã estava pronto para abrir a tal caixa apresentada, ainda que avariada.

Entretanto, seu conteúdo tomado por lei, o tempo marcado no passado senão superado desgastado permanecerá, não estava embrulhado em qualquer tipo de originalidade.


Na alma

se faz o amor

sem forma

sem cor

preenchendo qualquer dor!