O aprendizado do Tédio

by 4/03/2012 0 comentários
-Professor, estou com tédio da humanidade.
 - Por qual razão?
- Somos todos iguais.
- Dê-me exemplos.
 - Não é verdade que, se sou ciumento pobre vou ser ciumento rico?
 - É a pura verdade.
- Não é verdade, se minha amiga sofre de depressão sofrerá tanto pobre como rica?
- Sim também é verdade.
- Então professor, o suposto acesso as novas visões do conhecimento de pouco adiantam, somos tão e somente reflexos da repetição. Na antiguidade já éramos obrigados a trabalhar até a exaustão. E digo mais, desde o tempo da pré-história tratamos as mulheres como cidadão de segunda classe.
O professor nada falou. A sala de aula também permaneceu em silêncio até o momento em que Aquela que nunca falou se levantou e em alto e bom tom disse:
- Nunca mudamos porque apesar de tantas descobertas e aprendizados, o ego ainda é o mestre do coração.


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.