Breve ensaio sobre o Olhar

by 5/14/2012 0 comentários
O Sr.Douglas, um baixinho gordinho, precisava ilustrar os sapatos. Senhorita Kelis, alta, magra e bonita queria um carro e um segurança para ir ao comércio popular no centro da cidade. A família Yang gostaria de visitar o templo budista do outro lado da cidade, Ana precisava providenciar uma van para os dez Yangs.

No decorrer do dia, mais e mais serviços ela prestou, nenhum de seus hóspedes pode notar sua insatisfação em não ser um deles.

No final do dia, enquanto caminhava até o ponto de ônibus, encontrou com um mendigo filósofo quase sem roupa e com uma barba visivelmente cheia de piolhos que gritava:  

- Irmãos acordem! Sejam como o sol que nasce aqui depois renasce lá.

Ninguém entendeu o significado da gritaria afinal um mendigo só pode ser louco ou bêbado. Ana não pensava diferente do resto, sua mente naquele momento estava fixa no acontecimento desta manhã...




SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.