Que tamanho conta seu coração?

by 3/04/2015 0 comentários
Quantos mal-amanhados essa ordinária vida é capaz de escorar?

Nada combina com o reluzir daquele que todas as manhãs escancara a claridade.

Vontade imensa de ser seu escudeiro...Vou botar fogo na alma, vou virar cinzas, vou apagar a linha do tempo, vou estremecer o maior dos regentes... Vou...

Vou de uma forma ou de outra,  a convicção desse hiato plugado na desventura, tem que ser abortado.

Afinal quantos mal-amanhados essa ordinária vida é capaz de escorar?

Nenhum, inúmeros?  Tudo depende: que tamanho conta seu coração?


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.