A esbelta Rosa

by 2/24/2012 2 comentários
Em uma esplendorosa manhã, depois de longo período, Rosa despertou.

Com o passar do dia, sua vaidade foi ganhando força e seus espinhos antes imperceptíveis passaram a insuportáveis, Rosa então decidiu fazer amizade com a pequenina abelha que rondava seu jardim na esperança de que ela poderia lhe arrancar aqueles que prejudicavam seu visual.

- Ei abelha linda, como está seu dia?

- Ué, nunca antes na história deste jardim uma flor falou com uma abelha.

- Pois é, sou diferente.

- Diferente como? Perguntou curiosa a abelha.

- Além de falar com as abelhas, vou ser uma Rosa sem espinhos.

- Nunca vi uma Rosa sem espinho, como será que fica?

- Se você me ajudar poderá descobrir. Respondeu a esperta Rosa.

A ingênua abelha caiu no papo da elegante Rosa e começou a bolar um plano para a retirada dos espinhos. Depois de horas de trabalho, a abelha finalmente conseguiu quebrar o último espinho da Rosa e rodopiou no ar de alegria.

- Consegui! Gritou a abelha.

 - Como estou? Linda e esbelta com certeza! Comentou a convencida Rosa.

A abelha sequer contemplou o resultado do seu duro trabalho, minutos depois de ficar esbelta, a Rosa, agora sem espinhos foi facilmente arrancada do galho por uma jovem que por ali passava.

- Olha, uma Rosa sem espinhos! Deve ser única vou levar para casa. Entoou a jovem.

A esperta Rosa esmaeceu depois de um dia e nunca mais presenciou a esplendorosa manhã.


SS Martinelli

S²FM

Pela janela olhei, tulipas não encontrei. Pensei, Filosofei, Bloguei.